Pages Navigation Menu

MPDFT denuncia acusado de assassinar pai e filho no Jardim Botânico

Roney Ramalho está preso preventivamente na Papuda enquanto aguarda julgamento. O conflito entre vizinhos ocorria há anos, até chegar ao extremo. Confira detalhes da denúncia na matéria abaixo:

MPDFT denuncia acusado de assassinar pai e filho no Jardim Botânico

FONTE: MPDFT

Autor e vítimas eram vizinhos no Condomínio Estância Quintas da Alvorada, na Região Administrativa do Jardim Botânico

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) ofereceu denúncia, nesta terça-feira, 19 de dezembro, contra Roney Ramalho Sereno pelo assassinato de Anderson Ferreira de Aguiar e de Rafael Macedo de Aguiar. Ele foi denunciado também por ter ameaçado de morte João Victor Inocêncio Macêdo de Aguiar e Ana Karina de Macêdo Matos de Aguiar, integrantes da mesma família das vítimas.

De acordo com a denúncia, os homicídios são duplamente qualificados. Roney agiu por motivo torpe, por desentendimentos com os vizinhos, e mediante recurso que dificultou a defesa das vítimas, já que foram surpreendidas enquanto preparavam o carro para sair de casa.

Entenda o caso

Os crimes ocorreram em 9 de dezembro, no Condomínio Estância Quintas da Alvorada, no Jardim Botânico. Por conta de desentendimentos com os vizinhos, que já aconteciam há anos, Roney efetuou diversos disparos contra pai e filho, enquanto eles se preparavam para sair de casa. Anderson morreu no local. Rafael foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e também faleceu.

Após os tiros, o acusado ainda ameaçou de morte a viúva, Ana Karina, e seu filho, João Victor, fugindo logo em seguida. Por ocasião da denúncia, o Ministério Público reiterou a necessidade da manutenção da prisão cautelar de Roney. Se condenado, ele poderá ser submetido a uma pena superior a 60 anos de reclusão.

Processo: 2017.08.1.006170-2

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *